terça-feira, 3 de maio de 2011

Puro ar


Um breve espaço de tempo.
Um suave sopro do vento.
Para mim, não há lamento
Eu só quero me entregar.

E viver aquilo que sinto
Tive medo, eu não minto
Mas o céu está tão limpo
Que eu só penso em amar.


E nessa noite tão clara
Foi que eu achei a rara
Jóia a quem se declara
Meu coração a acalentar

Nos braços suaves aqui.
Tão lindos, que nunca vi.
E tenho aquilo que pedi:
Nada mais que o puro ar.

4 comentários:

  1. VISHHHHH!! FODA HEIN!!!
    Adorei...
    =D

    ResponderExcluir
  2. Ountiii Dereck que lindo dude*
    Parabéns meu amor, ficou extremamente perfeito!
    Magina, logo você? Sempre com
    versos suaves e maravilhosos♥
    bgks*
    @dkdree_

    ResponderExcluir
  3. Sem maldads, curti. A musicalidade da rima ficou muito legal ;o Parabéns, manolo \o

    ResponderExcluir