terça-feira, 28 de junho de 2011

Meu jardim


Nasci, e lá estava o meu jardim.
Um campo sem horizonte só para mim.
Havia duas árvores gigantes no meio,
Juntas até que um dia brigaram feio.

Cada dia eu me protegia na sombra de uma,
Mas o tempo passou e com ele foi a penumbra.
Elas já não queriam me proteger mais,
Ou era eu que estava me tornando um rapaz?

Decorei o jardim com várias flores,
Umas eram amizades, outras amores.
Demorei a perceber que a maioria era sintética,
Muitas flores com sentimentos e ações patéticas.

Mesmo assim, algumas eram verdadeiras,
Continuavam crescendo pela minha vida inteira.
Só floresciam quando eu estava com elas,
Só vivam porque eu fazia parte delas.

Um dia, contei essa história às minhas crianças.
Elas riram ao me ver falar dessas lembranças.
Mas esse jardim é algo muito sério:
Até hoje ele é um poço de mistérios

Nunca pude vê-lo por inteiro nessa vida,
Tudo que vi foi uma versão reduzida.
Só minhas crianças um dia poderão ver
O jardim da minha vida que para sempre deixei.

..................................

@mrpitanga também é poesia, gente!
Esse aí vai para o legado que deixarei. Não falo de legado de carreira profissional, família, filhos, mas de um legado de sorrisos e abraços. Um legado de sementes boas para os jardins de quem eu conheço.

Falaí, estou muito fofo hoje, hahahaha
Bye!

4 comentários:

  1. Adorei!
    Mto linda.
    Me pareceu que o Jardim foi um esconderijo ao qual costumava recorrer enquanto amadurecia...
    Mas depois de adulto já não conseguia vislumbrá-lo.

    Uma analogia de Alice e seu país das maravilhas???
    Foi o que me ocorreu.

    Abraços!

    http://redutonegativo.blogspot.com
    http://cafeeagua.blogspot.com
    www.twitter.com/rejane_marques

    ResponderExcluir
  2. shoow seu blogger
    bem criativo e original.
    Parabéns...
    te segui, me segue tbm ?
    passa nuh meeu?
    acabei de postar um texto show de bola..
    Passa lah e comenta...
    Beeeeeijooos!!"
    http://analiiceoliveira.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. boa poesia, construir jardins é sempre uma boa...

    ResponderExcluir
  4. Que linda peosia, uma metáfora tão singela, mas ao mesmo tempo tão real sobre a vida. Mesmo, gostei demais, parabéns !

    ResponderExcluir